1

quinta-feira, 05 de abril de 2012

Muitos portais publicaram nas últimas semanas o que seriam receitas secretas de restaurantes famosos como Outback, McDonald’s, Burger King, Domino’s, etc.. As supostas receitas foram divulgadas pelo grupo AnonSourceque se diz ligado aos hacktivistas do Anonymous neste site. As pessoas ficaram em polvorosa, mandaram emails, ligaram, assessorias de imprensa correndo atrás e não foi preciso muito esforço pra descobrir de onde vieram as receitas. TODAS elas NÃO são reais, TODAS elas são receitas do Todd Wilbur na sua série de livros Top Secret Recipes, onde ele recria, do seu jeito e com ingredientes caseiros, as receitas mais famosas do mundo. Os hackers só divulgaram os ingredientes, nos livros, o Todd Wilbur dá o passo-a-passo de cada receita como podem (não) ver abaixo. Vamos lá AnonSource, tentem mais uma vez.

PS:. O texto da receita foi preservado em função dos direitos autorais do autor e o mais importante, ESTE SITE NÃO PUBLICA RECEITAS.

 

0

quinta-feira, 05 de abril de 2012

Com a Páscoa chegando, o Guardian compartilha o mapa-múndi do chocolate com dados da International Cocoa Organization. Segundo eles 2,650,342 toneladas de cacau foram exportadas em todo o mundo entre 2009 e 2010. O Brasil é um dos maiores produtores, mas nao produz tanto quanto Camarões, Nigéria, Indonésia, Gana e Costa do Marfim.

 

0

quinta-feira, 05 de abril de 2012

Michael Testa tem apenas sete anos de idade e já é considerado um pequeno gênio pelos frequentadores da pizzaria de seu pai, em Jersey City, nos EUA. O moleque tem uma habilidade fora do comum como pizzaiolo e deixa no chinelo muito marmanjo que há anos está no ramo. Para saber do que estou falando, dá um play no vídeo e bom espetáculo!

Meu interesse por gastronomia é menos pela paixão e mais pela fome.

2
5

quarta-feira, 04 de abril de 2012

O Instagram está recebendo 2 mil novos assinantes por minuto desde que lançou o app pro Android. Se você baixou o app recentemente, vai aqui uma listinha de alguns perfis que achamos que merecem ser seguidos por quem gosta de gastronomia:

Alex Atala (@alexatala) – o chef mais premiado do país. Dispensa apresentações.


André Mifano (@andremifano) - chef proprietário do restaurante Vito e apresentador do programa Taste It, fotografa o dia-a-dia da cozinha e bastidores do programa.

Benny Novak (@bennynovak) – Eleito várias vezes restauranteur do ano em São Paulo, além de músico é o chef proprietário do Ici Bistro, Tappo Trattoria e 210 Diner.

Cassio Piccolo (@cassiopiccolo) – Um gênio das cervejas e proprietário de um dos bares mais premiados de SP, o FrangÓ.

Destemperados (@destemperados) - eles pagaram pra entrar na lista porque estão com poucos seguidores. Um perfil que não deve ser ser seguido se você estiver com fome. Experiências gastronômicas elevadas a enésima potência.

Diego Badaró (@diegobadaro) – um gênio do chocolate, cacaueiro e criador do AMMA Chocolate.

Edu Passarelli (@edupassarelli) – O cara que já bebeu mais cerveja que todos nós juntos, autor do site Edu Recomenda e proprietário do Mellograno. Recomendo!

Felipe Castanho (@felipecastanho) e Thiago Castanho (@thiagocastanho) – irmãos e cozinheiros, proprietários dos restaurantes Remanso do Peixe e Remando do Bosque em Belém do Pará.

Instafood (@instafood) – Considere o Instafood um jogo. Cada semana é divulgado um desafio para você fotografar ligado à gastronomia. As melhores fotos ganham prêmios.

Isabela Raposeiras (@raposeiras) – barista, mestre de torras e proprietária do Coffee Lab. Se você não gosta de café, vai começar a gostar.

Roberta Sudbrack (@rsudbrack) – também não aconselho seguir de estômago vazio.

Rodrigo Oliveira (@rodrigomocoto) – o premiado e famoso chef do restaurante Mocotó em SP.

Óbvio que não dá pra listar todos os meus preferidos, pra isso você precisa me seguir (@rafaelmantesso) e vai ver que a lista de pessoas que eu sigo não cabe num post. Bom proveito.

um ovo de gravata

1
0

terça-feira, 03 de abril de 2012

Numa parceria entre o pessoal da NAM e o pessoal da AllRightsReserved, nasceu seta devastator série de fotografias de chocolate caindo. As fotos foram criadas para promover o Chocolate Trail 2012 e acreditem, não houve nenhum tipo de manipulação nas imagens. Assista o making of e entenda a perfeição dos caras.

Continue Lendo »

um ovo de gravata

1
1

terça-feira, 03 de abril de 2012

A designer Stéphane Bureaux (de quem já falamos aqui) é a inventora dessa delícia. A sobremesa, em forma de cumbuca, é feita com uma casca chocolate e tem recheio de algodão doce. Para comer a parte de dentro, basta usar o martelinho que acompanha o prato.

Continue Lendo »

Meu interesse por gastronomia é menos pela paixão e mais pela fome.

1
0

terça-feira, 03 de abril de 2012

Arte que é arte, é feita com qualquer coisa, inclusive comida. E esse é o caso das bicicletas do fotógrafo Fabian Öhrn e do diretor de arte Joakim Hedblad criadas com elementos totalmente comestíveis. Quer ver?

“I Heart my Bike”: Alho-poró, salsichas, espaguetes, gengibre, cenoura, limão, lima, grapefruit, pera, queijo, palitos de massa de macarrão, syrup, pepinos, açúcar, laranja e muito, mas muito azeite. Deviam chamar: Don’t eat my bike! =P

Continue Lendo »

Publicitária apaixonada por cores, internet e comida, gosta de boas referências e tem olhos para o que é legal, inovador e original.

1
3

segunda-feira, 02 de abril de 2012

Doritos é um nacho certo? E um dos melhores nachos do mundo concorda? Pois é, o que faltava então pra ele ser ainda mais admirado numa mesinha de comida mexicana? Não falta mais nada. Em parceria com a rede Taco Bell, a Pepsico lança o Doritos Locos Tacos, um taco de Doritos, ponto.

Via

um ovo de gravata

1
1

segunda-feira, 02 de abril de 2012

Numa estação de trem na Varsóvia, o McDonald’s criou um gadget que diz pra você a quantidade de comida que você consegue saborear antes do seu trem partir. Além do cálculo em hamburgers, batatas e refrigerantes, o painel ainda avisa possíveis atrasos e mudanças. Uma ideia simples e inteligente de convencer alguém de comer um hambuguer.

Via

um ovo de gravata

1
0

segunda-feira, 02 de abril de 2012

Como conhecer um twitteiro no restaurante? É aquele mané com um celular tirando foto da comida. Pra quem se identifica ou conhece alguém assim, um vídeo perfeito do Bex Finch. Assiste aí.

um ovo de gravata

0
41

segunda-feira, 02 de abril de 2012

Todos admiravam a bebida do dia-a-dia, amarga, forte, vendida por R$0,30 na padaria do bairro. O café sempre foi bom, útil, sinônimo de brasilidade (seja lá o que isso for). O café não era um ritual, uma experiência. Não era nada. Era café. Era bom. Até que, num dia, o sequestraram e levaram para shoppings, docerias, rotisserias, quitandarias, cupcakerias, gelaterias e quaisquer outras formas pretensiosas e imbecis terminadas com “eria” pra deixar complexo algo conhecido como confeitaria.

O café começou a ter um aroma de poesia e um gosto aveludado, com notas de Saussure e Chomsky. Famigeraram-se várias dicotomias: café x trabalho, café x criatividade, café x estilo. O pingado virou Caffè Machiato. O brasileiro aprendeu que é café espresso, com s mesmo. Muita gente teve que abrir o Google pro amigo e mostrar:

- tá vendo, eu falei que o espresso com “s” tava escrito certo.
- ok, mas o que significa?
- significa expresso, rápido, ué. Só que italiano. Foram eles que inventaram o café.

As unidades da Starbucks, do Fran’s Café, da Kopenhagen, Café Suplicy, Casa do Pão de Queijo (que também introduziu o conceito do pão de queijo de grife) se encheram de criativos usando camisa xadrez e óculos de aro grosso, que veem nas cafeterias o melhor lugar pra se trabalhar e ter ideias fora da caixa. Sempre acompanhado de um bom croissant, o café tem que vir com uma dose de pinga, só que, no lugar da pinga, é água com gás e um docinho com gosto de nada.Estudos do Datafolha comprovam que 76,8% das pessoas fazem questão da água com gás mas não tomam (ou tomam depois do café).

O café passou a ser servido num copo de isopor com seu nome anotado (ótimo para postar no Instagram enquanto você fica por 5 minutos esperando na fila pra pedir seu muffin de frutas vermelhas com calda de Nutella) com um bico cuja total higiene não foi exatamente comprovada. O café tem o mesmo gosto do café da padaria do seu bairro, só que custa de R$3 a R$15, dependendo da loja e da complexidade do filme Iraniano sobre o qual você quer discutir com o amigo. Aliás, o café parece ser até pior.

Daí surge gente que diz que “não consegue viver sem café”. Cara, você mora em São Paulo, vive até sem oxigênio, claro que consegue viver sem café. E gente que se diz “viciada em café”. Nunca vi ninguém vendendo o DVD de casa ou assaltando pra conseguir dinheiro pra subir o morro e comprar café no meio da noite. No caminho para a cafeteria, você passa por várias padarias de esquina, e esse cara está lá, tomando seu café forte, se preparando pra voltar pra trabalho, dizendo mentalmente:

Sócio da Preza e pior da América Latina, Oceania e um 3º continente à sua escolha desde 1986.

1
0

domingo, 01 de abril de 2012

 

A diretora de arte Sonia Rentsch e o fotógrafo Scott Newett criaram a série de fotografias Dinner Etiquette, onde os objetos do nosso dia-a-dia representam o que há de mais elegante na moda.

Continue Lendo »

um ovo de gravata

1
0

domingo, 01 de abril de 2012

Depois que o pessoal da cerveja Sagres fez um site usando chocolate, parece que a moda pegou. Chegou a vez da Kraft Food se inspirar em comida – bacon – e fazer um site inteiro de delícia. Basta clicar no botão a direita da tela escrito “baconize” e babar.

um ovo de gravata

1
0

domingo, 01 de abril de 2012

Acho que já vi matryoshkasde tudo quanto é coisa, tava faltando apenas uma séria de miojo, ou melhor de Cup Noodles. Não falta mais. O estúdio de design japonês Nendo deu um jeito de providenciar um. Este porém vai pro Cup Noodles Museum (existe um museu de Cup Noodles Brasil) em Yokohama. Quem sabe um dia aparece alguns numa prateleira perto da gente?

Continue Lendo »

um ovo de gravata

2
Páginas12345102030161 »