10

quinta-feira, 02 de junho de 2011

Concorda que é difícil comer ‘peixe fresco’ num restaurante japonês em Belo Horizonte, em São Paulo ou numa cidade do interior? São raras as exceções onde o peixe servido naquela noite foi pescado no mesmo dia, R-A-R-A-S. E aí surge no japão o restaurante Zauo (ざうお) levando o assunto mais a sério do que todo mundo. Quer peixe fresco? Pesque ele na hora, da sua mesa. Assista o video e diga se não é genial.

  • Gustavo

    Deve ser bem cheiroso esse restaurante… rs

  • Carla

    comentários de ecochatos em 3…2..

  • http://simplificandose.blogspot.com/ @guilhermesxs

    É uma idéia boa (pra quem tem o estomago e o coração bom). Gosto de peixes, mas não sei se aceitaria essa idéia muito bem!

  • Anti-antieco

    Carla disse: “comentários de ecochatos em 3…2..”

    só pode ser troglodita que não sabe o que comer além de cadaveres

  • Mali

    Calma galera! Se não quiser matar os peixes, fica fingindo que tá pescando…

  • Reinaldo

    Adoro BH, minha mulher é de lá e o estado de MG é maravilhoso. Mas, desculpe, comparar São Paulo com BH em matéria de restaurante japonês não é uma comparação feliz. Não só por SP ser centro de gastronomia mas também porque aqui tem mais restaurante japonês do que churrascaria e está a apenas 60 km do mar, enquanto BH fica a pelo menos 600Km…

  • Jonas

    O visual do lugar é bacana, mas dizer que “surge no japão o restaurante Zauo”, como se o restaurante fosse inovador é bobagem. Restaurantes em que se pesca na hora de comer já existe há muito tempo no Japão, China etc. Aliás, todo programa brasileiro que faz reportagem sobre a culinária no Oriente mostra algum restaurante desses.

    • http://www.marketingnacozinha.com.br/ Rafael Mantesso

      Valeu Jonas, acrescentou muito seu comentário. Obrigado.

  • Lívia Sanae

    Esses restaurante não tem cheirinho ruim nenhum. E aqui é muito comum encontrar esses restaurantes. Na praça de alimentação da maioria dos grandes shopppings, tem aquários na entrada dos sushis. Talvez a raridade maior seja realmente a pesca com vara e o show a parte dos atendentes.

    • http://www.marketingnacozinha.com.br/ Rafael Mantesso

      Se uma japonesa falou, acredite.